Sinta-se beijado(a)

A língua é o único músculo que diz a que veio. Eu falo o que penso, eu conto o que vejo, eu compartilho o que gosto, eu exponho meu modo eu me mostro. É um espaço meu, seu, é universal assim como o Beijo! Fique a vontade e divirta-se!

1 de jul de 2008

1º de Julho!


Cássia Eller - Composição: Renato Russo


1º de Julho

Eu vejo que aprendi
O quanto te ensinei
E nos teus braços que ele vai saber
Não há por que voltar
Não penso em te seguir
Não quero mais a tua insensatez

O que fazes sem pensar aprendeste do olhar
E das palavras que guardei pra ti
Não penso em me vingar
Não sou assim
A tua insegurança era por mim

Não basta o compromisso
Vale mais o coração
Já que não me entendes, não me julgues
Não me tentes
O que sabes fazer agora
Veio tudo de nossas horas
Eu não minto, eu não sou assim
Ninguém sabia e ninguém viu
Que eu estava a teu lado então
Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher
Sou minha mãe e minha filha,Minha irmã, minha menina
Mas sou minha, só minha e não de quem quiser
Sou Deus, tua deusa, meu amor
Alguma coisa aconteceu
Do ventre nasce um novo coração

...

O que fazes por sonhar
É o mundo que virá prá ti e prá mim
Vamos descobrir o mundo juntos baby
Quero aprender com o teu pequeno grande coração
Meu amor, meu Chicão

***Dedico essa música aos meus "velhos tempos", e a quem fazia parte desse período de tanta alegria, descoberta, amizade, compreensão, parceria e muita mais muita bagunça.


Para Cynthia e as tartarugas! TE AMO PRA SEMPRE, SAUDADE FRIEND! VOLTA!
Que venha Julho com todo gás!

4 comentários:

LindaRê disse...

Adoro essa música!

Bjs

Victor* : ] disse...

q massa cê lembrar dessa música.
: ]
lembra de muita coisa
da juventude mesmo.
tempos bons!
o/

MASA disse...

HOMENAGEAR O MÊS INTEIRO COM MINHA SAUDADE E AMOR POR VOCÊ...

Revellia
"Julho"

Mais uma noite sem te ver
o que não é martírio para você
novamente sem resposta
enclausurado em minha alcova
sua inocência implacável
seu pensamento bate a minha porta
lembranças visíveis em minha mente sem cessar
aprisionado vou estar
vivendo na esperança de um dia nunca te esquecer
morrerei pra sobreviver
Pois nunca mais eu nunca mais
Eu vi você
Eu nunca me esqueci
e com a saudade me apertar quanto tempo vou agüentar.
Noites vazias varrem minha casa
mesmice já se instalada
vejo o tempo indo embora
Debilitado em meu espaço não sei mais o que eu faço
novamente sem resposta
lembranças visíveis em minha mente sem cessar
aprisionado vou estar
vivendo na esperança de um dia nunca te esquecer
morrerei pra sobreviver
pois nunca mais eu nunca mais
eu vi você
eu nunca me esqueci
e com a saudade me apertar quanto tempo vou agüentar

Pitty que Pariu disse...

Gente

Bom apssar aqui pra me encher dessa alegria, desse ânimo, desse ímpeto, desse prazer em viver. E que venha Julho. ;)

Beijo moça!