Sinta-se beijado(a)

A língua é o único músculo que diz a que veio. Eu falo o que penso, eu conto o que vejo, eu compartilho o que gosto, eu exponho meu modo eu me mostro. É um espaço meu, seu, é universal assim como o Beijo! Fique a vontade e divirta-se!

29 de dez de 2008

3 em 1


3*** O que não sou - Chicas

Eu não sou poeta nem quero ser
A canção eu fiz pra sobreviver
Coração aperta, canto pra respirar
Toco minha viola pra poder sonhar

Eu não quero nada que faz doer
Quero amar o mundo, quero amar você
Quando você não está
Eu vou tocar tambor
Extraviar no pulso toda a minha dor

Um dia o amor acaba
Invade a dor deságua
Transborda minha alma
Vazia está agora

Eu não sou maluca nem quero ser
Mas a noite passa
E eu não vou dormir
As flores me agradam
Tentam me colorir
Toco uma toada pra poder te ouvir

Eu não sou ateu nem quero ser
Deus te abençoe rezo por você
Eu vou tocar a flauta pra me despedir
De longe minha alma vai velar por ti

2*** Eu não sou

Eu não sou sacana
Eu não sou certinha
Eu não sou má, nem boazinha
Eu não sou igual, nem parecida
Eu não sou genial, nem proibida
Eu não sou o que imaginas, nem sou o que pareço
Eu não sou o que quero, nem sei o que mereço

1*** Vou me reinventar

Eu não sou o que esperam mas essa decepção não é minha. Desculpem se crio qualquer expectativa, não tenho intenção alguma, só quero viver em paz.
Nesse antepenúltimo dia do ano, me dou conta que estou cansada do meu mundo. Por isso vou me reinventar!!!


PS: No título há um link para ouvir a música O que não sou, das Chicas.

26 de dez de 2008

Vamos?


Movimento de informação, uma correria de cores, palavras, barulhos, fumaça.
Esbarram-se uns aos outros sem ao menos querer desviar.
Fala obrigado, mas não me escutas por que buzinam e gritam do lado.
Olho pra lá, olho pra cá, será que alguém vai me avistar.
Se eu cair no chão, alguém vai me levantar, ou simplesmente passar por cima ou desviar.
Pergunto pra um, olho no olho e o medo chega e logo trás a desconfiança.
Vamos parar o mundo por um segundo, vamos nos olhar, vamos respirar juntos e depois nos abraçar.
Importante todos somos, respiramos o mesmo ar, então por que insiste em me mau tratar.
Treine em ser uma boa pessoa com seu cachorro, gato ou papagaio, depois tente com as pessoas e verá que não é difícil.
Perca o medo, mude o foco, esqueça a informação, feche os olhos, pare o mundo um segundo, use o que você tem de mais importante ai dentro. O coração é uma bomba de energia, faça essa energia sair de você através de sua percepção.
Mentalize que você não é nada, e quer começar ser agora, esqueça tudo ao seu redor, abstraia a informação, o cheiro, os sentidos, pare e tente falar apenas com você, bem lá no fundo, onde nunca conseguiu chegar antes.
Percebemos que somos mais que sabemos ser, só que nunca paramos para nos enchergar.Por que estamos sempre atráz de algum assunto, sempre correndo para saber se conseguimos chegar.
Mas nunca chegamos, e sempre estaremos correndo.
Ao passo que corremos, nos distanciamos de nós mesmos e esquecemos nossa identidade.
Somos capazes de começar do zero, mas primeiro temos que ter vontade de saber onde se encontra essa capacidade em nós.
Vamos achar nossa capacidade e ter vontade de querer se tornar uma pessoa que possa mostrar a outra que ela também é capaz de parar o mundo.


Texto escrito pelo meu amigo de origem curitibana residindo na grande São Paulo.
Paulo Gracindo.

*O episódio: Já passava das 3:00 e decidimos que algumas cervejas a mais ou a menos não faria diferença, no dvd um show clássico do Tom Jobim, Vinícius, Toquinho e Miucha. É muita qualidade a essa hora da madrugada, filosofia já estava pra lá de barata. No cinzeiro umas bitucas de Carlton e eu apagava mais uma. As águas de março chegavam a nos molhar e a tristeza será essa ter fim? Felicidade sim!

*Um encontro de almas, amigas, cumplices, companheiras e eternamente unidas pela força da amizade. Amizade que não se cobra, não se pede, amizade que simplesmente dura, até onde tiver de ser. Obrigada por tudo amigo Paulinho. Beijos acreanos, sabor de cupuaçu!

17 de dez de 2008

Tô solta!

Me soltei na Selva e vi que é tão bom, tão louco e tão cheio de coisa pra ver e fazer.
Tô que nem a Alice, encanta no país das maravilhas.
A sensação de liberdade e de estar solta no meio do mundo é boa demais. Não sei vocês mas eu adoro isso.

Ainda tenho muito pra absorver e depois botar pra fora. Eita São Paulo tu me deixa louca de vontade de viver mais e mais.

A bandeira do Acre tá pronta pra sacudir no Morumbi.
Madonna Give to me yeah!!!

15 de dez de 2008

Mais que vermelho!


Vermelho - Vanessa Da Mata

Gostar de ver você sorrir
Gastar das horas pra te ver dormir
Enquanto o mundo roda em vão
Eu tomo o tempo
O velho gasta solidão
Em meio aos pombos na Praça da Sé
O pôr do Sol invade o chão do apartamento

Vermelhos são seus beijos
Que meigos são seus olhos
Ver que tudo pode retroceder
Que aquele velho pode ser eu
No fundo da alma há solidão
E um frio que suplica um aconchego

Vermelhos são seus beijos
Quase que me queimam
Que meigo são seus olhos
Lânguida face
Seus beijos são vermelhos
Quase que me queimam
Que meigos são seus olhos
Lânguida face

Ver que tudo pode retroceder
Que aquele velho pode ser eu
No fundo da alma há solidão
E um frio que suplica um aconchego

Vermelhos são seus beijos
Quase que me queimam
Que meigos são seus olhos
Lânguida face
Seus beijos são vermelhos
Quase que me queimam
Que meigos são seus olhos
Lânguida face


*Tô no mundo e ele é tão divertido, cheio de informação, de imagem, de som, de gente, de coisas e cores. Tem muito cinza mas tem muita vida o tempo todo. Tem muito eu, tem muito seu, tem muito de tudo e de todos. Corre daqui e de lá mas há muito pra se ver e crer. Tô aqui São Paulo, se mostre diante de meus olhos.

*Meu sumiço do blog tem um motivo especial: show da Madonna e uns dias de folga na Selva de Pedra, São Paulo. Tô amando tudo. Aos blogueiros um beijo, depois conto mais da viagem!

8 de dez de 2008

+ Chicas

Show com o grupo: Chicas!

Dia 11 no teatro da Firb/FAAO ás 20 horas.

Dia 13 na Usina de Arte João Donato ás 20 horas.

Ingressos a R$ 20 inteira e R$ 10 meia.

Pontos de venda: Clube do Choro, localizado no Centro Empresarial, na Firb e na Discardoso.

video

Namorar - Chicas


Namorar - Chicas
Composição: Gonzaguinha

Meu amor eu quero é namorar
A vida é linda, você é linda demais
Descobri o segredo da paz
A paz é da cor do amor
E o amor, meu amor é de toda cor
É de toda cor todo coração
Já chegou já está
E nem quer saber o que será
Descobri o segredo da paz
A paz é no tom do amor
E o amor meu amor é em todo tom

Ah! Canta meu coração
Pra todo mundo ouvir
Canta que é feliz, diz
Linda é a nação do amor
Luz de lua, luz de sol
E é gostoso namorar

*Foto: olhares.com

*E quem não quer encontrar o tom do amor?

Ahhs (suspiro) Chicas!


*Reportagem de Viviane Teixeira, em 06 de dezembro de 2008, extraída do site Agência de Notícias do Acre.

“As Chicas” se apresentam em Rio Branco.
Os shows serão realizados no dia 11 no teatro da Firb/FAAO, e no dia 13 na Usina de Arte João Donato às 20 horas.

O quarteto foi convidado pelo Clube do Choro e se apresenta na capital acreana pela primeira vez. O Clube do Choro de Rio Branco apresenta nos dias 11 e 13 de dezembro o quarteto Paula Leal, Amora Pêra, Fernanda Gonzaga e Isadora Medella. Juntas elas formam “As Chicas”, um grupo que surgiu nos anos 90 a partir de uma peça de teatro, e que acaba de lançar o primeiro CD intitulado “Quem vai comprar nosso barulho”. Consideradas pela crítica especializada como uma promessa que está derramando mais talento na música popular brasileira, elas compõem, escrevem, arranjam, tocam, dramatizam e cantam.

“As Chicas” foram convidadas pelo Projeto Rio Branco Musical desenvolvido pelo Clube do Choro. Os shows serão realizados no dia 11 às 20 horas no teatro da Firb/FAAO, e no dia 13 no mesmo horário na Usina de Arte João Donato. Os ingressos estão sendo vendidos a R$ 20 inteira e R$ 10 meia, antecipadamente no Clube do Choro, localizado no Centro Empresarial, na Firb e na Discardoso.

Responsabilidade Social: No dia 12 de dezembro “As Chicas” participam de um Workshop com os jovens do bairro Taquari, como uma forma de apresentar a esse público um pouco da música popular brasileira e inseri-los em um ambiente cultural pouco disseminado nas periferias. O Projeto faz parte das iniciativas do Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci). O encontro acontece às 10 horas.

“As Chicas”: o primeiro CD “Quem vai comprar nosso barulho” traz uma mistura eclética de gêneros e ritmos, as cantoras possuem identidade única. Composições próprias são mescladas com canções inéditas de Gonzaguinha e alguns outros atores como Marcelo Yuka.

A contracapa do CD traz uma receita para cada música. “Oração” é para ouvir no escuro, “Felicidade” é para ouvir pelado.

...

*EU AMO OS PROJETOS CULTURAIS DE RIO BRANCO!!!

*BEIJOS INTÉ!

4 de dez de 2008

Bazar de arrazar!


Domingo, 07 de dezembro rola o Bazar Catraia, uma mistura de moda, arte, mercado e, claro, música. Em meio as roupas, sapatos, bolsas, óculos e objetos mil, as bandas catraieiras Frida Kahlo, Blush Azul e Filomedusa se juntam a discotecagem da Claudinha(EU) para uma tarde de trocas, compras e diversão.

O evento começa às 16h. E em respeito aos vizinhos, acaba às 22h. A entrada é um quilo de alimento não perecível ou material de limpeza. Tudo o que for arrecadado será doado para o Lar dos Vicentinos. A gente se vê lá.

Quer Participar?
Se você tiver alguma coisa pra vender ou trocar pode participar do Bazar Catraia. Só precisa mandar um e-mail para o endereço catraiacomunicacao@gmail.com, com o assunto "Bazar Catraia", pra que a gente entre em contato, catalogue as peças e combine tudo. Vale de tudo: roupas, acessórios, bolsas, discos, livros, objetos de decoração, antiguidades e até sorrisos! ;-)

Quando Onde Como Quanto


Bazar Catraia
dia 07/12, domingo, a partir das 16h
na Tentamen (2º distrito)
1kg de alimento/1 produto de limpeza


***Meu povo de Rio Branco, vamos nessa desenbolsar um dinheirinho, ouvir boa música e se divertir no domingão. Beijos me liga!

3 de dez de 2008

Tempo



Nos despedimos como de costume, mas alguma coisa levou a minha boca a boca dela. Meu coração disparou como a bateria de uma escola de samba, e foi nesse ritmo que demos embalo aquele beijo. Era o 1º de muitos, e o mais quente de todos. Eu parecia mais uma expectadora do lado de fora, olhando e não acreditando naquilo. Foi tão inesperado e ao mesmo tempo era tudo que eu mais queria na vida. Do beijo veio algo mais, do algo mais veio o dia seguinte, do dia seguinte vieram bons dias, dos dias veio o tempo.