Sinta-se beijado(a)

A língua é o único músculo que diz a que veio. Eu falo o que penso, eu conto o que vejo, eu compartilho o que gosto, eu exponho meu modo eu me mostro. É um espaço meu, seu, é universal assim como o Beijo! Fique a vontade e divirta-se!

25 de ago de 2009

No teu cais...

Eu estava a navegar nos mares do meu mundo
Aqui e acolá, sempre a navegar
Cada porto uma emoção, as vezes até batia forte o coração
Mas não, não seguia não
Voltava eu a navegar sozinha então
Um dia de longe ela me avistou
E fez o que foi preciso pra chegar perto
Naveguei até ela e me deixei levar
E agora eu não saio do teu cais
Me aportei aqui e não saio mais
Descobri o amor aqui, nesse aportar
Meu porto seguro, meu lugar!


*Inspiração dedicada ao meu amor, meu porto seguro, há 4 meses no teu cais, que venha muito mais!

24 de ago de 2009

Domingo 23

Domingo 23 - Rita Ribeiro

Domingo 23, Domingo 23
É dia de Jorge
É dia dele passear
Dele passear
No seu cavalo branco
Pelo mundo prá ver
Como é que tá
De armadura e capa
Espada forjada em ouro
Gesto nobre
Olhar sereno
De cavaleiro, guerreiro justiceiro
Imbatível ao extremo
Assim é Jorge
E salve Jorge viva viva viva Jorge
Pois com sua sabedoria e coragem
Mostrou que com uma rosa
E o cantar de um passarinho
Nunca nesse mundo se está sozinho
E salve Jorge
E salve Jorge

*Pra começar a semana com muita energia positiva, paz e amor no coração.
*Excelente semana pra todos.
*Beijos*

19 de ago de 2009

Música e sua influência

O que ouvimos quando criança? E na adolescência? E hoje, amanhã? Eu por exemplo cresci ouvindo MPB, Bossa Nova e muito Rock’n Roll, influências de meus pais e de meu irmão. É Pau é Pedra, é Garota de Ipanema de Tom Jobim, a Roda Viva de Chico Buarque, o oceano, Um Dia Frio que cerca Djavan e o Corsário de João Bosco.
De tom em tom fui formando minha linha musical. Além da bossa, muito rock com Beatles, Dire Straits e Deep Purple que embalaram muitas das viagens de família ainda no toca-fitas do carro. Na adolescência, cantei e dancei com Spice Girls, dublei Shakira e pulei muito com Mamonas Assassinas.
Acredito fielmente que temos sim uma grande influência musical que nos cerca mesmo sem perceber. Esse elemento que nos embala seja sábado à noite ou não é sem dúvida o carro chefe da cultura, que nos leva para diferentes mundos, línguas e memórias. A música em si é um próprio mundo, devem existir mais músicas gravadas do que pessoas andando por aí.
A evolução dos instrumentos musicais, as notas e as sonoridades fazem da música uma mistura sem fim. Eletrônica, rap, rock, reggae, hip-hop, samba, pop, bossa nova, sertaneja, funk, soul, pagode, clássica, salsa, bolero, lírica e tantos outros ritmos que fica até difícil imaginar o que vem pela frente.
Música é o embalo da vida, é comemorar um dia de alegria, é estar feliz e querer cantar, é tomar banho e aproveitar o eco do banheiro e soltar a voz, mas sem desperdiçar água heim? Um dos alimentos da alma é a música, a melodia que nos leva sempre para algum lugar melhor. Até mesmo quando estamos tristes ouvimos uma canção e lá vem a famosa dor de cotovelo. Mas a música é sim, sintoma de felicidade, de alegria, de saudade, de coisa boa.
“Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz”. Adentrar no mundo musical é incrível, nos transportamos para vários momentos de nossas vidas. A trilha de um filme, o tema de uma novela, a música tocando na hora que você viu aquela pessoa especial, o primeiro encontro, aquele CD que você ganhou, são tantas cenas do dia-a-dia que ficam gravadas através de uma canção, de uma letra.

*Escrevi esse texto há 2 anos mais ou menos e o publiquei num jornal acreano: O Tablóide. Aqui tem o meio do texto, retirei parte do começo e parte do fim. Espero que gostem, pois ele continua sendo atual.

A música tem um siginificado muito importante na minha vida, meu dia-a-dia é trabalhar com música, com aúdio, nas noitadas sou eu quem boto música pras pessoas, eu amo cantar, canto muito o dia todo, com gente, sem gente, enfim.


Música pra mim é viver e pra você?

*BEIJOS, agradeço as visitas!

14 de ago de 2009

Avexado

Ave Maria, o tempo anda voado parece que tá atrasado pra chegar num compromisso.
O dia logo vira noite e a noite já chegou o dia, não sei que velocidade é essa, o mundo anda com uma pressa.
Domingo morro de tédio e quando pisco já é sexta-feira, que já se atropela com o sábado voltando a ser domingo.
Um dia desse tava pulando carnaval lá pelas bandas sul daqui a pouco tô ouvindo Jingle Bell esperando Papai Noel.
Fevereiro virou Agosto e logo virará Dezembro, acho que encurtaram o calendário e nem me avisaram.
Tempo tempo mano velho, falta um tanto, falta nada Pato Fu, quando pensares que não, sim já passou.
Já é meio de agosto e eu gosto, o gosto e o tempo é de cada um, sei que o meu anda apurado e avexado.
Que venha setembro meu mês favorito, pra eu colocar mais uma vela no assopro inibido.

*Se tu leu e num gostô, não tenho culpa seu Doutor, só faço rima com amor!

*Aos visitantes, blogueiros e amigos deixo um grande beijo e desejo um excelente final de semana a todos!

*BEIJOSSS

*Agradecendo sempre a sua visita!!!

6 de ago de 2009

Hoje tem revolução!

No Acre hoje tem revolução, tem feriado meu irmão, mas porque mesmo essa questão?

No dia 06 de agosto no estado do Acre é feriado e os acreanos não reclamam disso, é claro. Feriamos para comemorar, afinal, essa data marca o começo de uma nova era pra esse povo que aqui habita.

Essa comemoração nada mais é do que uma afirmação: lutamos, vencemos e por fim somos brasileiros. Porque a revolução foi justamente a luta de um povo para se tornar brasileiro.

Oficialmente, em 6 de agosto de 1902, na cidade de Xapuri, se deu inicio a Revolução, comandada por Plácido de Castro, comandante e dito herói dessa nação. Ex-militar gaúcho que quando visitava o Amazonas, foi convidado para organizar um exército de bravos homens que viriam a conquistar o Território do Acre.

Diferente dos outros estados ou países que celebram suas respectivas revoluções e conquistas apenas no final, no Acre a comemoração se da no inicio. Essas terras que um dia pertenceram a Bolívia e também já foram terras de ninguém ou do Presidente Galvez, mas hoje é Amazônia brasileira, com muita garra e muito orgulho de ser ACRE de ser BRASIL.

E lhes digo mais, acreano é bicho enjoado que não gosta de ser zuado sobre sua terra não. Acreano defende a bandeira de qualquer jeito e sabe cantar o hino inteiro com paz no seu coração.

Hino do acre (2 trechos que complementam minha postagem)

Que este sol a brilhar soberano
Sobre as matas que o veem com amor
Encha o peito de cada acreano
De nobreza, constancia e valor...
...
Mas se audaz estrangeiro algum dia
Nossos brios de novo ofender
Lutaremos com a mesma energia
E ergueremos, então, dessas zonas
Um tal canto vibrante e viril
Que será com a voz do Amazonas
Ecoando por todo o Brasil


*Nesse link, você escuta um programa de rádio especial do Governador do Estado Binho Marques, falando sobre o 6 de agosto.

http://www.ciaselva.com.br/dois_dedos/pgm_seis_de_agosto_mast.mp3

***A Revolução continua, mas agora é uma revolução de crescimento e visibilidade.
***TENHO ORGULHO DE SER DESSA TERRA TÃO ESPECIAL.
***Aos acreanos um grande abraço!!!

3 de ago de 2009

Greve



Minha ideias estão de greve!
Elas exigem tratamento diferenciado, boas condições no local de trabalho e aumento de criatividade!

Agosto eu te gosto, bem-vindo!