Sinta-se beijado(a)

A língua é o único músculo que diz a que veio. Eu falo o que penso, eu conto o que vejo, eu compartilho o que gosto, eu exponho meu modo eu me mostro. É um espaço meu, seu, é universal assim como o Beijo! Fique a vontade e divirta-se!

26 de jan de 2009

Entender o quê?

"Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras. Sinto que sou muito mais completa quando não entendo. Não entender, do modo como falo, é um dom. Não entender, mas não como um simples de espírito. O bom é ser inteligente e não entender. É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida. É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice. Só que de vez em quando vem a inquietação: quero entender um pouco. Não demais: mas pelo menos entender que não entendo."


*Para minha companheira de trabalho Bruna Guedes, a própria que indicou a citação de Clarice Lispector.

*Bem-vindos, bom dia e boa semana!

2 comentários:

brunera disse...

Clarice é 'maraaaaaaaaaaaa'!!
Vlw Claudinhaaaaaa!!
;***
beijo-se e liga-se!

Sergio Brandão disse...

Muito boa citação!!!!
O ruim é que, lendo assim, até parece fácil se resignar pelo fato de "não entender" mesmo muita coisa ao redor – e aqui dentro! rs
Entender que não se pode entender (tudo) já é um ato pra lá de libertário!!!
Uma boa semana pra vc também!
Bjs.