Sinta-se beijado(a)

A língua é o único músculo que diz a que veio. Eu falo o que penso, eu conto o que vejo, eu compartilho o que gosto, eu exponho meu modo eu me mostro. É um espaço meu, seu, é universal assim como o Beijo! Fique a vontade e divirta-se!

24 de out de 2008

Sim eu aceito.

***Esse é o 1º de vários episódios que pretendo relatar aqui no blog, sem datas, nomes ou verdades, capítulos de uma novela que não é mexicana, pois não tem muito drama, e que não é das 8 porque vai ter muita cena imprópria, vamos dizer que é alguma série moderninha que a gente vê na TV a cabo. Episódios, meu mais novo Marcador!

---
Uma tarde no trabalho toca meu celular, lembro que estava na minha mesa como de costume, atendo meio distraida, é uma voz conhecida, mas que há muito tempo não ouvia do outro lado o grande amor da minha adolescência e juro que se hoje tivesse chance estaria ao seu lado.

Diálogo - Muita conversinha de início daí partimos pro que realmente importava naquele telefonema:

Do outro lado: você está livre pra tocar X dia?

Desse lado: Sim, estou que bom você me convidar, aliás, qual é a ocasião?

Do outro lado: Ah é meu casamento!

Desse lado: a respiração cessou, o coração desacelerou e a resposta calou!

Ainda desse lado: ????????????

Quando desliguei o telefone, sai correndo pro banheiro e desabei num choro típico de grandes cenas cinematográficas. Nem lembro mais o que falei depois da revelação que seria o seu casamento. Já havia acertado os detalhes e tudo mais, acho que se soubesse no começo da conversa não aceitaria a proposta. Daí até o dia da festa eu só pensava em como eu iria me comportar vendo o casamento, vendo o meu grande amor se entregando a outra pessoa. No dia um nervosismo tomou conta da minha alma, fiz a trilha sonora do casamento e depois da festa claro, mas fui eu que apertei o PLAY pra que o SIM viesse a ser dito. Juro que não derramei uma lágrima, ia borrar a maquiagem, mas o meu coração ficou apertado e ali mesmo vendo o casal feliz no altar, um ciclo da minha vida se fechou! Aquela eterna esperança de um dia ser a outra metade se encerrava ali naquele cenário matrimonial.

3 comentários:

Léo Mandoki, Jr. disse...

lamento tudo isso. Não tenho mto para te dizer.
um beijo de boa noite

Bruxinha disse...

'Nossa que coisa!

Menina você é forte!
Adorei aqui, manterei-me presente!

Beijos moça!

Maldito disse...

Muito Excelente!