Sinta-se beijado(a)

A língua é o único músculo que diz a que veio. Eu falo o que penso, eu conto o que vejo, eu compartilho o que gosto, eu exponho meu modo eu me mostro. É um espaço meu, seu, é universal assim como o Beijo! Fique a vontade e divirta-se!

2 de ago de 2011

Fui ali, mas voltei!!!

Fui ali no Acre, viver um pouco daquela vida agora antiga, rever os amigos, a família, comer as coisas que eu mais amo na terra, ver a cidade, conferir as novidades... tudo isso será sempre muito bom, revigorante até! Mas cada vez que volto a minha terra, eu entendo mais sobre a minha vida, e só comprovo o que eu de uma certa forma sempre soube, meu lugar não é lá. Agora não, talvez um dia, talvez nunca... a gente não sabe de nada mesmo então relaxo. Foram 15 dias, senti que passou rápido, mas eu aproveitei cada segundo, em casa, comendo as minhas coisas favoritas, vendo a cidade, abraçando os meus amigos, familiares, curtindo meu pai, meus sobrinhos... um só no colo e que delícia, passei horas só vendo ele dormir, o outro brincamos até dizer chega e até ele não esquecer mais da tia Claudinha. :)



Aos amigos muito a dizer, alguns eu só vi uma única vez, outros fiquei horas curtindo uma noitada ou uma tarde agradável, uma madrugada sem fim, uma manhã... e quantas manhãs intermináveis. Me perdoem os amigos que não vi, mas eu fiz a minha parte, estive 24 horas disponível, todos os dias que estive em casa. E todos que pude abraçar uma única vez valeu a pena, e fica assim, sem dor, sem encheção de saco e sem cobrança. Se você é meu amigo mesmo e a gente não se viu? Então tem alguma coisa errada, se você furou comigo, sei lá eu vou entender, se eu furei com você ah isso não rolou não heheh. Mas esses meus dias também servem pra isso, pra rever as amizades, mas rever dessa forma, se vale ou não a pena.

Algumas pessoas eu tenho certeza que estarão sempre por perto, mesmo longe...

Curti muito, cada dia, peguei um sol, virei peixe de tanto tempo que passei na piscina, pisei na grama, comi fruta do pé, ouvi o silêncio, fiquei quieta, agitei demais, toquei música boa, ruim jamais haha, dei muita risada, chorei, gritei, fiquei calada, ouvi, contei... vivi!



E foi bom pra PORRA, aos amigos e familiares, amo vocês pra sempre!!!

Agora eu estou de volta a realidade, a vida que eu escolhi e querem saber, eu amo demais morar em sampa, que saudade do "meu" apê, eu amo minha vida paulista, pronto falei!!!

*Fiquem com Deus, fui!!!

Um comentário:

Jeronymo Artur disse...

é gata. foi bom ver você.
e é melhor ainda ler aquilo que eu tanto sonho pra mim: "meu lugar não é aqui".
aproveite, aproveite bem.
um dia serei eu! ;*