Sinta-se beijado(a)

A língua é o único músculo que diz a que veio. Eu falo o que penso, eu conto o que vejo, eu compartilho o que gosto, eu exponho meu modo eu me mostro. É um espaço meu, seu, é universal assim como o Beijo! Fique a vontade e divirta-se!

17 de fev de 2009

É CARNAVAL!

Eis que chega a maior das celebrações desta nação que se esbalda o ano inteiro. Eita fevereiro que o povo espera bem ligeiro. Espera pra chegar mas reza pra não acabar! Tem escola, bloco e trio tudo misturado nas ladeiras do Brasil.
Marchinha, samba, frevo, axé, tudo num só ritimo no coração do brasileiro, povo festeiro mesmo sem dinheiro.

Chegou o carnaval, a farra que é maior que a do boi. Entre serpentinas, confetes e fantasias o povo se reúne em clubes, ruas, avenidas e em qualquer lugar. O carnaval não tem lei, é tudo paz e amor. (Que Deus me escute)

Sexo só com camisinha.
Se dirigir não beba.
Pra beber tome engov antes e depois.
Se for beber me chame.

A TODOS UM EXCELENTE CARNAVAL, UM BEIJO E ME LIGA!!!

PS: Estarei off por alguns dias, motivo: florianópolis lá vou eu!

4 comentários:

Srta Laís disse...

Ta muito legal seu blog! Adoreii!

Má. disse...

Ahh primeeiro que saudaade daqui ;xx

Eu, uma excessão nesse Brasil, não espero pelo carnaval, e não mais feliz nessa data, mas tbm não vou ficar acabando com a graça dos outros ;xx
ksapokspkaksopas

Divirta-se em Floripaa
;***

Naira Ribeiro disse...

Oiiiiiiiiiiii Claudinha! Minha lindona...
Quanto tempo...
Pelo jeito o seu carnaval vai ser pra lá de bom, hein!? São os meus sinceros desejos...

Aproveita e passa no meu blog para conhecer...

Beijos

MASA disse...

A grande paixão
Que foi inspiração
Do poeta é o enredo
Que emociona a velha-guarda
Lá na comissão de frente
Como a diretoria
Glória a quem trabalha o ano inteiro
Em mutirão
São escultores, são pintores, bordadeiras
São carpinteiros, vidraceiros, costureiras
Figurinista, desenhista e artesão
Gente empenhada em construir a ilusão
E que tem sonhos
Como a velha baiana
Que foi passista
Brincou em ala
Dizem que foi o grande amor de um mestre-sala
O sambista é um artista
E o nosso Tom é o diretor de harmonia
Os foliões são embalados
Pelo pessoal da bateria
Sonho de rei, de pirata e jardineira
Pra tudo se acabar na quarta-feira
Mas a quaresma lá no morro é colorida
Com fantasias já usadas na avenida
Que são cortinas, que são bandeiras
Razão pra vida tão real da quarta-feira
É por isso que eu canto