Sinta-se beijado(a)

A língua é o único músculo que diz a que veio. Eu falo o que penso, eu conto o que vejo, eu compartilho o que gosto, eu exponho meu modo eu me mostro. É um espaço meu, seu, é universal assim como o Beijo! Fique a vontade e divirta-se!

17 de jun de 2009

Acre, rio estranho


Uma vez uma visitante do blog pediu que eu falasse mais sobre o Acre, sobre a cultura etc. Então resolvi pegar alguns temas e falar da minha terra e pra isso vou criar um marcador para todas as histórias que vão revelar o Acre no meu ponto de vista e também me baseando pelos olhos de outros acreanos.
Bem-vindos ao marcador: Acre, rio estranho

---

O Acre tem como sua capital a cidade de Rio Branco, essa linda e querida cidade que nasci e moro. A cidade é dividida por um rio que é não é o Rio Branco, e sim o rio Acre. O nome de Rio Branco vem do Barão do Rio Branco, um diplomata, Ministro de Estado e historiador brasileiro. Ele em 17 de novembro de 1903 assinou com a Bolívia o tratado de Petrópolis, que colocava um ponto final nos conflitos dessas duas nações, transformando o Acre em uma bela parte do Brasil. O que foi dado a Bolívia em troca desse pedação? Rapaz diz a lenda que foi um belo cavalo! :)
Voltando ao rio, o Rio Acre tem sua nascente no Peru e deságua no Brasil, desembocando no Rio Purus (Amazonas). Acre rio estranho, já diz uma canção, acreana.

Um rio de águas barrentas que na seca se pode atravessar com água nas canelas...
Mas na cheia vira point dos mais bem apessoados, com suas lanchas e jet-skys, ou grandes passeios em embarcações que se pode fazer uma verdadeira festa. Acre, rio estranho, que banha toda a cidade e faz beleza aos nossos cartões postais.



Rio Estranho
(Música de Pia Vila, Felipe Jardim e Romerito Aquino)

Acre, rio estranho,
cheio de curvas e barrancos.
Um rio torto que não vê o mar.
Um rio torto que não vê o mar

Mais que nunca, no inverno,
tuas águas vão rolar:
enche Bahia, Cadeia Velha, Cidade Nova
Aeroporto, Seis de Agosto e Palheiral.

Me ensina a viver, pra ver o tempo passar
e no barranco vou ficar a te mirar.
Me ensina a viver pra ver o tempo passar
e no barranco vou sentar e recordar.

Faz teu povo te considerar.
Ensina teu povo lutar e amar.

***BEIJOS E ME LIGA!

4 comentários:

disse...

Haha adorei
um cavalo??
Quer dizer que antigamente nossos governantes eram mais espertos!!
ksopaksokapspo

beeijos e saudade enorme
;@@

hendylla disse...

Eu gostei das fotos e da historia!!!!
Estou doida para conhecer este lugar, já estou empolgadissima!!!
hihihihih
Beijinhosssssss
Hendylla

Obs: Desculpa a invasão, mas não resisti em fazer um comentario....
;)

kasame_77 disse...

saudade

MASA disse...

TACACÁ...AI AI AI